Informações importantes que são equívocos sobre o tarô

equivocos-sobre-o-taro-2

1) Uma consulta a distância é diferente de uma presencial.

pessoalmente ou a distância a resposta do tarô é exatamente igual. O tarólogo pode estar na China e o consulente no Brasil ou em qualquer lugar.

2) Para aprender/entender bem o tarô preciso antes estudar a cabala, numerologia, astrologia ou fazer parte de alguma fraternidade.

É um dos maiores equívocos sobre o tarô, mas ele não está ligado a nenhuma religião, seita ou ordem esotérica.

Mais informações no menu – Tarô – A Origem.

3) Preciso ter um dom especial, ser médium, ter vidência ou fazer um curso para desenvolver a intuição para conseguir ser um bom tarotista?

Não é necessário ser médium ou ter qualquer faculdade especial para se ler as cartas, basta ter feito um bom curso, com quem realmente saiba ensinar os mistérios e formas de jogar as cartas.

4) Preciso de um local consagrado por alguém com capacidade e também consagrar o baralho de tarô antes de utiliza-lo para que as respostas sejam as corretas?

Não é necessário um local consagrado, nem consagrar o baralho, basta um local tranquilo apenas e começar a jogar. Uma defumação com arruda ou alecrim é o suficiente tanto do baralho quanto do local.

5) Preciso ter sobre a mesa utensílios energéticos, místicos ou religiosos para melhorar a consulta?

Colocar na mesa cristais, pirâmides, velas, flores, Buda, ou qualquer material esotérico é de cunho pessoal, mas não afeta em nada a taromancia.

 

PARA SABER SOBRE COMO VER O TEMPO NO TARÔ, CLIQUE AQUI!

 

Compartilhar isto: