Explicação geral sobre significados e interpretação.

.6 de Paus

Os Arcanos Menores surgiram antes do Arcanos Maiores, mais ou menos 50 anos antes segundo a história e não é conhecido como ou quem os teria criado ou reunido a ambos,  formando o que nós conhecemos atualmente como Tarô Completo com as suas 78 cartas

Destes se originaram as nossas cartas atuais de copas, espadas, paus, e ouros. Não existindo em nenhum ensino qual seria a sequência correta, cada um coloca o que convêm, entretanto utilizo a sequência abaixo, que parece ser a mais correta dos estudos que já realizei.

Tabela dos Arcanos Menores e Suas palavras-chave  apenas como referência.

Arcanos Menores e seus significados

Legenda: Castanho – positivo/melhoras – Vermelho – negativo/dificuldade – Azul – positivo/melhoras – Verde – positivos/melhoras.

Arcanos Menores e Valores Invertidos –  apenas para referência.

Arcanos Menores e seus significados invertidos

Explicação: nas cartas com duas cores a situação inicia-se com a primeira influência (cor) terminando com a segunda influência (cor).

– 9 de Paus = situação esta semi bloqueada, porém vai se desenvolver numa situação cuja finalização será positiva.

– 7 de Copas = tu deves definir antes do jogo se esta carta vai representar para si uma ilusão/devaneio (Tarôs Clássicos) ou sonho/desejo realizável (Cabalistas).

– 10 de Espadas = término de um sofrimento que abre caminho para novas e positivas possibilidades.

Tarô de Rider Waite

Ouros nomes color Espadas nomes color

Copas nomes color Paus nomes color

Note que poderá encontrar nomes diferentes em baralhos diferentes tanto no início do desenvolvimento do tarô e ainda mais durante o século XX.

Exemplo para  bastões: paus, cetros, vara mágica, cajado, fogo, salamandra, vela, batons (Papus), scepters (MacGregor), wands (Waite),  além do nome em cada língua como bastoni (italiano) , batons (francesa), bastos (espanhola)  etc.

Como se manifestam os Arcanos Menores

 Os 22 arcanos MAIORES manisfestam-se  nos quatro planos e os 56 arcanos MENORES divididos nos 4 naipes (14 cartas cada) só atuam em um único plano.

Do Ás ao 10 temos a representação das nossas preocupações, interesses e possibilidades diárias.

As cartas de corte apontam características pessoais ou situações e são intermediários entre os arcanos maiores e os menores. Sendo a manifestação da força dos Arcanos Maiores e suas possibilidades de materialização.

Os números têm suas forças símbolicas,  e cada carta esta ligada a esta força que representam experiências que devemos passar, aprender ou superar.

Durante séculos que os estudiosos relacionaram os quatro naipes aos quatro elementos místicos:

Lembrando que as ligações  com outras áreas como astrologia, hermetismo, cabala e alquimia nunca são corretas uma vez que todas tem as mesmas áreas citadas.

Existe uma similaridade de conteúdo que se tocam, porém o engendramento na aplicação se torna bem  diverso, o que faz que autores diferentes façam ligações distintas para as mesmas cartas.

Áreas de Atuação

  • Terra (ouros – plano material – ter – praticidade) tudo o que se pode obter, é o ter ou não ter, no entanto sem aspectos psíquicos ou emocionais envolvidos.

Trabalho – Dinheiro – Posse – Namoro – Casamento – Saúde fisica, etc.

Obs.:  Relacionamento faz parte do elemento AR (espadas),  pois é um processo mental.

  • Ar (espadas – ser – plano mental – pensamento, planejamento) metas e ideias, nossa intenção ou ação de possuir algo. Ex.

Profissão –  Planejamento – Ambição – Ciúmes – Egoísmo – Inveja – Idéias – Psique – Relacionamento, etc.

  • Águas (copas – estar – plano sentimental – amor, desejos, sonhos, sentimentos, percepções, devaneios,) sendo sempre transitório indicando um dado estado emocional. Ex:

Amor – Emoção – Orgulho – Vaidade – Sonhos – Criatividade – Saúde emocional, etc.

  • Fogo (paus – ficar – plano espiritual ou transcendente – harmonia, completude) ações nobres, empreendimentos e tudo o que pode ficar conosco por direito divino ou humano.

Consequentemente devem ser vistos apenas sob a óptica das ciências ocultas da Europa medieval, de onde assentam seus significados.

Certamente através de outras filosofias como a indiana, asiática ou ameríndia, etc, acontecerão muitos equívocos. Ex:

Perfeição – Dom – Compreensão – Paz – Aspiração – Compaixão – Inspiração – Filantropia, etc.

A Corte dos Arcanos Menores

Pajem, Cavaleiro, Rainha e Rei.

As cartas da corte são consideradas as intermediárias entre os arcanos menores e os maiores, tanto representam personalidades como situações.

Uma das grandes dificuldades do aprendizado é saber quando as cartas da corte durante uma tiragem querem representar pessoas ou apenas situações.

O conhecimento medieval já ensinava que:

Para consulente homem a carta O Mago representa ele mesmo e que o Arcano A Sacerdotisa no caso de uma mulher representava ela mesma.

O principal problema que os trazem a consulta sendo representado pelos arcanos que seguem estes arcanos maiores.

Caso escolha um método que utilize somente os arcanos maiores ou todo  tarô de uma vez.

A determinação do problema será realizado por outras vias ou pelo significado da casa do método utilizado.

MAGO = Consulente Masculino + Arcano Menor = Motivo (independente de saírem cartas da corte).

SACERDOTISA = Consulente Feminina + Arcano Menor = Motivo (independente de saírem cartas da corte).

Quer dizer que Mago e Sacerdotisa acompanhados das cartas da corte sempre serão relacionados a uma situação e não pessoas.

Ex. Mago + Cavaleiro de Ouros = Possibilidade de realização de uma iniciativa prática na qual muito se esforçou.

Ex: Sacerdotisa + Rainha de Espadas = Excessivo sentimento negativo e obsessivo utilizado para ferir causando problemas a si mesma.

Observação: O Arcano O Eremita acompanhado de cartas da corte sempre serão pessoas.

Saiba mais sobre o tarô aplicado na sua vida!

Compartilhar isto: